terça-feira, 20 de julho de 2010

Time dos Sonhos

Já li vários livros do Luis Fernando Veríssimo e em quase todos me quebrei de tanto rir. Comédias para ler na escola, Comédia da Vida Privada são apenas alguns exemplos das obras do autor gaúcho que li. Quando trabalhei em um colégio até fizemos adaptações para o teatro e para o vídeo (que menina multimídia eu!).

Ai, este ano (de Copa do Mundo) me atrevi a fazer um projeto de doutorado sobre futebol. Não é à toa que o futebol é o assunto do momento para mim. E foi justamente neste meu momento que, em uma das minhas visitas a uma livraria me deparo com Time dos sonhos – paixão, poesia e futebol, do Luis Fernando Veríssimo (Ed. Objetiva). Redundante dizer que me estourei de rir.

Todas as crônicas do livro foram publicadas em O Globo, Jornal do Brasil, Zero Hora e O Estado de São Paulo entre agosto de 1997 e maio de 2009. Nelas o autor, de certa forma, faz uma retrospectiva dos mundiais e de alguns campeonatos futebolístico dos quais ele participou.

Adorei o texto da orelha do livro que define muito bem a obra e o autor “com seu texto enxuto e elegante, Veríssimo examina os paradoxos do esporte, que vai do épico ao mundano na duração de um passe”. Como toda crônica os textos desta obra são curtos que nos fazem pensar Para que Serve o Futebol (que é o quarto texto e a primeira subdivisão do livro) e no fim nos levam a ideia de que “só o futebol permite que você sinta aos 60 anos exatamente o que sentia aos 6” (p. 25). Alguns textos são muito legais e bastante pertinentes como os Imarcáveis que, conforme o autor, no futebol “quer dizer difícil de marcar, não impossível de marcar” (p. 65) ou o texto que fala sobre os apelidos: já pararam para pensar que zagueiro dificilmente tem apelido – é Juan, Lúcio e não Juanzinho ou Lucinho? Este texto, aliás, pode remeter a um outro o “Zidane l’Africain” que no final lembra que depois do jogo França x Brasil na Copa de 2006 um jornal francês publicou um anúncio que trazia a lista dos jogadores franceses com um ‘inho’ no fim. Mais uma vez nos faz pensar sobre uma série de coisas do futebol atual. Aliás, são textos muito atuais mesmo quando tratam do passado. Impressionante como falou-se do Dunga e quando falou de outros técnicos parecia que era uma crítica aos críticos da última copa.

Para os que não entendem de futebol é uma boa leitura para começar a entender aliás, de maneira bem prática já que quase tudo vem do que vemos na TV e lemos nos jornais. Outras coisas temos que pesquisar. Vários temas certamente pautarão os posts no http://futeboldesaias.blogspot.com .São personagens e momentos que devem ser postados e comentados no mínimo para conhecimentos gerais.

6 comentários:

  1. A convivência contigo me ensinou muitas coisas.
    Dentre elas, algumas informações "batutas" sobre futebol.
    Impedimento é uma delas...
    Amei o post, amiga, obrigada!
    Bjks!

    ResponderExcluir
  2. Que bom Marília. Também aprendo bastante contigo. Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Luiz Fernando é colorado...e isso me remete a um longo tempo no passado de um dia atras (ontem) onde perdemos p inter...
    Valeu a indicação!!

    Abração!!

    ResponderExcluir
  4. Escreva um livro explicando a porra do impedimento, por favor. Faça uma compração com shoppings e lojas para entendermos. Se possivel ilustre com gráficos de pizza, linha e bolinha.

    ResponderExcluir
  5. Rudfla, pois então foi um domingo bem colorado o de ontem. Luis Fernando Veríssimo deve estar feliz. Um abraço e obrigada pela visita. Venha sempre.

    ResponderExcluir
  6. Pode deixar Atitude: substantivo feminino vou preparar um texto sobre o tal empedimento e coloco no futeboldesaias.blogspot.com mas garanto não é difícil de saber o problema é a rapidez da ação. Bjos e venha sempre.

    ResponderExcluir